Cartooning for Peace Cartooning for Peace

Cartoon Cartoon

Cartooning for Peace

INTRODUÇÃO ENTRAR
Fechar

A Europa está enfrentando uma crise migratória sem precedentes. Em uma época na qual milhares de pessoas estão fugindo dos terríveis conflitos atuais no Oriente Médio com a esperança de encontrar refúgio na União Europeia, a dura realidade é que a Europa está se tornando uma fortaleza sitiada. Isso se reflete no aumento dos eurocéticos e da extrema direita em um número crescente de países europeus.

O que aconteceu com os valores fundadores da Europa – humanismo, solidariedade, tolerância e busca pela paz?   Como podemos esquecer os direitos humanos e permanecer passivos quando confrontados com os horrores enfrentados por essas famílias que estão fugindo de uma possível morte? Seria um erro imperdoável pensar que a Europa é impotente e que nada pode ser feito a não ser ficarmos fechados em nós mesmos. Os valores fundadores da Europa nos obrigam a acolher estes homens, mulheres e crianças.

Cartooning for Peace (Desenhando pela Paz) defende essas liberdades fundamentais e a democracia, por meio do exercício do direito à liberdade de expressão, conforme definido no artigo 19 da Declaração Universal dos Direitos Humanos que estabelece que “Toda pessoa tem o direito à liberdade de opinião e expressão; este direito inclui a liberdade de, sem interferência, ter opiniões e de procurar, receber e transmitir informações e ideias por quaisquer meios e independentemente de fronteiras”. A organização foi criada após as reações sangrentas à publicação das caricaturas de Maomé no jornal dinamarquês Jyllands-Posten em 30 de setembro de 2005. Em sua reunião de criação, Kofi Annan e o cartunista editorial Plantu, do jornal francês Le Monde, reuniram doze cartunistas internacionais em 16 de outubro de 2006 para um seminário sobre como “Desaprender a Intolerância”.

Nós proporcionamos visibilidade e apoio aos cartunistas que não possuem a possibilidade de trabalhar livremente ou cuja liberdade está sendo ameaçada e utilizamos o valor educativo das charges de imprensa para denunciar a intolerância. Cartooning for Peace está comprometida a respeitar o pluralismo de culturas e opiniões. Estamos atentos para retratar a diversidade de perspectivas dos cartunistas sobre um determinado assunto e lutar contra o preconceito e o conformismo intelectual. Nós denunciamos os excessos do extremismo, tiramos sarro de suas falsas certezas, contrapomo-nos ao ódio e nos esforçamos para esclarecer imposturas. Respeitosos na irreverência, não buscamos humilhar crenças e opiniões. Escapamos das proibições com humor e permitimos que cartunistas interajam entre si e que confrontem suas diferenças de opinião.

As sete charges a seguir mostram como nossos cartunistas usam seus lápis e fazem uso de seus talentos para denunciar as violações de direitos humanos relacionadas à atual crise migratória na Europa.

Download PDF

CARTOONING FOR PEACE

logo-cartooning-for-peace